09/12/2012

Diário

Thiago Camilo vence a Corrida do Milhão

Interlagos (SP), 9 de dezembro – Nada é impossível para quem persiste. Foi com esse pensamento que Thiago Camilo entrou no Sonic número 21 hoje para a Corrida do Milhão. O piloto da Ipiranga RCM, com o motor falhando na classificação, largaria em 20º lugar. Nunca na Era V-8 da Stock Car, que se iniciou em 2001, alguém havia vencido em Interlagos largando dessa posição. Mas Thiago e a equipe não se abateram e transformaram dificuldade em raça e estratégia.
Faltava a sorte, e ela veio no início da prova, mas sobretudo no final.

“Largando de 20º a gente tinha que pensar em uma estratégia diferente. Como era uma corrida mais longa, de 50 minutos, onde provavelmente os carros teriam que fazer um pit stop para reabastecer, nós resolvemos parar logo depois da primeira volta, contando com uma entrada do safety car no começo, que nos botaria no bolo novamente. Demos essa sorte, mas depois o safety car ainda entrou mais duas vezes, permitindo que alguns carros adotassem a estratégia de poupar combustível e ir até o fim sem reabastecer. Foi o caso do Cacá (Bueno), que liderou até a reta final. Passei por várias dificuldades durante a corrida, principalmente durante as disputas de posição com o Nonô Figueiredo e a Valdeno Brito, e naquele finzinho estava sem push (botão de ultrapassagem), mas não desisti nunca. Estava tão focado em chegar no Cacá que só quando o vi parando e passei por ele é percebi que o Ricardinho (Maurício) estava ao meu lado”, disse Thiago Camilo, que venceu a Corrida do Milhão pela segunda vez consecutiva, cruzando a linha de chegada 81 milésimos de segundo à frente Ricardo Maurício. Cacá Bueno, que liderou as últimas voltas e conquistou seu quinto título na Stock Car, completou o pódio.

“Faltando dois segundos para o fim da prova eu não estava ganhando nada, e saí com a vitória. Ganhei um milhão em dois segundos, mas não foi nada fácil”, brincou o piloto de 28 anos (nascido em 20 de setembro de 1984). Foi sua quinta vitória em Interlagos e 13ª na Stock Car.
Thiago Camilo reabasteceu logo na primeira volta e voltou em 30º lugar, na mesma volta dos líderes, mas muito atrás. A primeira entrada do carro de segurança compactou o pelotão, a partir daí Camilo veio ganhando posições. Estava em 22º na oitava volta e 17º quando o safety car entrou na pista pela segunda vez, na 13ª volta. Na relargada pulou para 11º. Mais uma relargada e o piloto da Ipiranga RCM entrou no top 10, na 18ª volta. A partir daí e até a última das 27 voltas, Camilo veio ganhando posições em arriscadas ultrapassagens e com alguns dos ponteiros – como Allam Khodair, que liderou as 24 primeiras voltas – parando por falta de combustível. Para se ter uma noção de como a vitória foi dramática, o carro amarelo e azul da Ipiranga cruzou a 25ª volta em quinto, a 26ª em terceiro, e a volta final em primeiro. As quatro últimas voltas tiveram quatro líderes diferentes: Allam Khodair, Galid Osman, Cacá Bueno e Thiago Camilo, que com os 44 pontos de hoje acabou a temporada em 5º lugar.

"Toda sorte que me faltou na corrida anterior, em Brasília, quando eu liderava e o pneu furou, veio agora em Interlagos. Aquela vitória me botaria na disputa pelo titulo, que a equipe Ipiranga RCM merecia pelo excelente trabalho desenvolvido ao longo do ano. E essa vitória nos da mais confiança e certeza de que em 2013 estaremos brigando pelo objetivo maior, trazer o título para a Ipiranga"