15/08/2015

Diário

Thiago Camilo e Galid Osman, longe da pole mas vivos na briga pelo Milhão

Goiânia (GO), 15 de agosto – A equipe Ipiranga RCM arriscou, na classificação para a Corrida do Milhão, um acerto diferente de tudo que vinha usando em Goiânia durante os treinos. O resultado não foi o desejado: Thiago Camilo vai largar em 13º e Galid Osman em 18º. Marcos Gomes larga na pole position.

A posição no grid, embora esteja longe do desejado e do potencial do conjunto carro/equipe/piloto, não desanima Thiago Camilo, que venceu a Corrida do Milhão em 2012 largando da vigésima posição. “Vencer largando de trás aqui será mais difícil que em 2012, porque as regras de pit stop são mais rígidas e isto limita uma estratégia muito diferente. Mas está longe de ser impossível. O carro tem um bom acerto para a corrida. Depois do acidente que eu sofri na última prova (dia 2, em Curitiba), eu e o carro estarmos inteiros aqui era o maior desafio, e esse a gente já venceu. Agora vamos pra cima”, disse o único piloto a vencer duas vezes a prova milionária e hoje ficou a meio segundo da pole position, mostrando o equilíbrio de um grid de Stock Car.

Se valer a superstição, o 13º de Camilo pode ser bom presságio. O 13 é o número da sorte da família Bragantini – os Andrés pai e filho são respectivamente chefe de equipe e engenheiro do Chevrolet número 21. Andrezão casou no dia 13, Andrezinho nasceu dia 13, correu usando o número 13, os dois têm 13 nos números de telefone, e por aí vai.

Galid Osman, terceiro colocado na primeira Corrida do Milhão realizada em Goiânia, em 2014, também não esmoreceu com a classificação desfavorável. “Tem sido um fim de semana complicado, mas domingo é outra coisa. Em corrida de carro tudo pode acontecer”. A Corrida do Milhão será transmitida pela Rede Globo. A largada acontece às 10h45.

Crédito foto: Bruno Gorski