09/11/2012

Diário

Sexta-feira complicada para a Ipiranga RCM

Brasília, 09 de novembro - Apesar de ter um carro muito equilibrado tanto nas condições de pista molhada, que enfrentou no primeiro treino livre, pela manhã, quanto na pista seca da sessão da tarde, Thiago Camilo saiu do autódromo de Brasília extremamente preocupado.No traçado externo de 2.919 metros, o motor é fundamental para andar na frente, e aparentemente o Sonic número 21 da Ipiranga RCM está com um propulsor mais fraco que os concorrentes.

“Nosso carro não tem velocidade final e por tudo que a equipe observou na telemetria e outros parâmetros, aparentemente temos um problema de motor”, disse o piloto.

Os motores da Stock Car são lacrados e equalizados em dinamômetro para entregarem, em tese, a mesma potência a cada um dos 32 carros. O mais rápido do dia foi Cacá Bueno (58s446). Thiago Camilo foi o 12º (59s118).

foto: Rafael Gagliano