10/09/2016

Diário

O Senhor dos Anéis …e das sapatilhas

Sexta-feira, 9 de setembro - No próximo domingo (11), a Stock Car volta fazer seus motores V8 roncarem alto, depois de um longo recesso olímpico. E o início da segunda metade da temporada 2016 não poderia ser melhor, com a Corrida do Milhão voltando a Interlagos, o templo do automobilismo nacional. Em sete edições, apenas um piloto venceu mais de uma vez a Corrida do Milhão: Thiago Camilo. Por cada vitória, ganhou um anel exclusivo, comemorativo: ficou com o primeiro, deu o segundo para o pai e grande motivador, Bel Camilo, e o terceiro para o chefe da Ipiranga RCM, André Bragantini.

Os números de Thiago Camilo são ainda mais impressionantes considerando que o piloto paulistano de 31 anos chegou à Ipiranga RCM em 2011. Venceu no ano de estreia e em 2012, em Interlagos. Em 2013, também no autódromo paulista, liderava quando teve o câmbio quebrado a menos de cinco minutos do fim. Em 2014, em Goiânia, Thiago Camilo cruzou a linha de chegada a 0,186 segundo do vencedor, Rubens Barrichello. E ano passado, novamente em Goiânia, voltou a vencer de forma espetacular, duas semanas depois de um grave acidente em Curitiba, quando teve múltiplas contusões no tornozelo e o carro ficou destruído.

“Enquanto eu fazia três sessões diárias de fisioterapia, a equipe trabalhava 18 horas por dia para reconstruir o carro. Fizemos uma sapatilha com o nome de todos os mecânicos e venci a corrida, mesmo largando em 12º”, lembra Camilo. “Esse ano, meus patrocinadores resolveram me homenagear com uma sapatilha alusiva às três vitórias na Corrida do Milhão”.

Camilo é o mais veloz da sexta-feira

E no primeiro dia de atividade para a Corrida do Milhão 2016, as sapatilhas azuis pintadas pelo artista plástico Marcus Rivero, que customiza calçados esportivos para estrelas do baseball e do futebol americano em Miami, onde é radicado, deram sorte. Com uma volta em 1min38s698, Thiago Camilo foi o mais rápido do primeiro treino livre.

“O carro estava muito bom nesse primeiro treino, tanto em condições de corrida quanto com pneus novos. Vamos ver se evoluímos ainda mais amanhã para classificar bem, pois será uma corrida sem pit stop obrigatório e largar na frente será importante. Não estramos numa temporada de muita sorte, tomara que ela volte na Corrida do Milhão. É uma prova diferente, mais longa, onde a estratégia conta muito e alguns pilotos focam apenas na vitória. Nossa equipe sempre fez um trabalho brilhante na Corrida do Milhão, e vamos pra cima novamente nesse domingo”, diz Camilo.

Galid Osman, companheiro de Camilo da Ipiranga RCM, foi terceiro na Corrida do Milhão em 2014 e liderou a corrida em 2012, ficando sem combustível nas últimas voltas. Hoje, com um carro ainda longe do equilíbrio ideal e sem usar pneus novos, ficou em 27º “Ainda falta acertar muita coisa no carro, mas acredito que amanhã dá para brigar por uma boa posição no grid. Já cheguei perto da vitória no Milhão, mas essa corrida é tudo ou nada, e dessa vez vou para o tudo”. A Corrida do Milhão será transmitida pela Rede Globo e pelo SporTV. Largada às 10 horas de domingo. No sábado, ao meio-dia, o SporTV transmite a classificação.