02/10/2011

Diário

Camilo abandona em Londrina mas segue com chances de título

Londrina (PR), 2 de outubro – Depois de liderar a fase inicial do campeonato, marcando pontos em todas as oito corridas, vencendo três delas e subindo ao pódio cinco vezes, Thiago Camilo ficou sem pontos pela segunda vez em duas corridas da Super Final, em ambas por quebra do carro. Hoje, o piloto da Ipiranga RCM largou em nono e ganhou duas posições na primeira volta. Antes da metade da corrida de 36 voltas Camilo já reclamava com a equipe pelo rádio que o motor de mais de 500 cavalos estava falhando. O carro começou a perder rendimento e posições até o abandono na 20ª volta. A razão da perda de rendimento, segundo a análise preliminar da equipe, foi uma das duas bombas de combustível que leva etanol ao motor ter queimado.

“É difícil falar alguma coisa nessa hora. Chegamos aqui com expectativa de brigar pelo pódio, tanto eu quanto a equipe sempre andamos bem nessa pista. Tivemos alguns problemas na classificação, mas sabíamos que eu teria um carro com ritmo de corrida para ganhar posições e quem sabe brigar pelo pódio, e aí novamente o carro quebra. Vamos para Brasília pensando em vencer. Não existe nada impossível. Cada membro dessa equipe pensa assim e vai trabalhar dobrado para recuperar os pontos perdidos. Agora não dependemos apenas de nossos resultados, mas vamos fazer nossa parte”, disse Camilo.

Cacá Bueno venceu a corrida após um duelo sensacional com Ricardo Mauricio que durou até a bandeira quadriculada – a diferença entre os dois foi de 0,2 segundo - e assumiu a liderança do campeonato com 255 pontos. Max Wilson chegou em terceiro e tem 248. Ricardinho tem 246. Popó Bueno, quarto na corrida de hoje também é quarto no campeonato, com 233, e Thiago Camilo está em quinto com 225. A próxima etapa acontece no anel externo do autódromo de Brasília, o traçado mais rápido do calendário, dia 16 de outubro.

Quem pontuou em Londrina:

1º) Cacá Bueno - 25
2º) Ricardo Mauricio - 20
3º) Max Wilson - 16
4º) Popó Bueno - 14
5º) Ricardo Zonta - 12
6º) Allam Khodair - 10
7º) Luciano Burti - 9
8º) Daniel Serra - 8
9º) Marcos Gomes - 7
10º) Nonô Figueiredo - 6
11º) David Muffato - 5
12º) Tuka Rocha - 4
13º) Giuliano Losacco - 3
14º) Rodrigo Sperafico – 2

15º) Julio Campos - 1

Os 10 primeiros no campeonato:

1º) Cacá Bueno 255
2º) Max Wilson 248
3º) Ricardo Maurício 246
4º) Popó Bueno 233
5º) Thiago Camilo 225
6º) Luciano Burti 223
7º) Átila Abreu, Marcos Gomes e Allam Khodair 216
10º) Daniel Serra 215